Pular para o conteúdo principal

Gabarito lista de exercícios 1o ano

Gabarito:  

Resposta da questão 1:
 [A]

A difusão da religiosidade católica não pode ser um fator explicador na unificação da América Portuguesa porque a América Espanhola também era amplamente católica e, mesmo assim, se separou no pós-Independência.  

Resposta da questão 2:
 01 + 08 + 16 = 25.

Entre os motivos da Revolução Pernambucana de 1817 podemos citar os aspectos políticos e econômicos e não os motivos religiosos e culturais. No campo da política, os pernambucanos pretendiam a separação em relação a Portugal e adotar uma República e na esfera da economia havia uma crise econômica, aumento de impostos, aumento do custo de vida, entre outros.  

Resposta da questão 3:
 [A]

As Cortes Portuguesas, fruto da Revolução Constitucionalista do Porto (1820), exigiam uma série de direitos que, na visão dos portugueses, Portugal havia perdido desde a vinda da Família Real para o Brasil. Dentre as exigências, a volta de d. João VI e d. Pedro para Portugal e a recolonização do Brasil foram as que mais desgastaram a relação entre Portugal e Brasil.  

Resposta da questão 4:
 [A]

Somente a proposição [A] está correta. A questão faz referência à vinda da corte portuguesa para o Brasil em 1808. Entre 1808-1821 ocorreu o período denominado de “inversão”, uma vez que a cidade do Rio de Janeiro além de ser a capital do Brasil, passou a ser a sede do governo português que havia fugido das tropas napoleônicas. Muitas mudanças econômicas e culturais ocorreram no Brasil com a chegada desta corte, tais como a abertura dos portos às nações amigas (no caso a Inglaterra), acabando com o pacto colonial e abrindo o caminho para o processo de independência do Brasil. No campo das artes e da cultura podemos citar a criação da Biblioteca Nacional, Jardim Botânico, faculdades de Medicina e Direito, a vinda de missões científicas e culturais como, por exemplo, a Missão Francesa que chegou ao Brasil em 1817 tendo como principal expoente o artista Debret.  

Resposta da questão 5:
 [D]

Somente a alternativa [D] está correta. Com a expansão napoleônica, a corte portuguesa se deslocou para o Brasil em 1808 fugindo do exército francês. Em 1815, com a derrota de Napoleão, ocorreu  o Congresso de Viena visando refazer o mapa europeu, retornar a velha ordem absolutista. Este Congresso foi caracterizado pelos princípios de legitimidade, equilíbrio, restauração e compensações. D. João VI, estava no Brasil e não pretendia retornar a Portugal, daí o Brasil foi elevado a categoria de Reino Unido a Portugal e Algarves, perdendo o estatuto de colônia.  

Resposta da questão 6:
 [D]

O texto é claro na sua abordagem: para Caio Prado Júnior, a independência do Brasil foi um movimento guiado pela elite brasileira, apoiando o Príncipe Regente d. Pedro, sem nenhum tipo de participação popular. E o resultado disso foi a formação de um governo independente amplamente elitista.  

Resposta da questão 7:
 02 + 08 + 16 = 26.

Correção a partir das incorretas, [01] e [04]. Com a vinda da corte portuguesa para o Brasil, em 1808, ocorreu a Abertura dos Portos as nações amigas, entenda, Inglaterra. O objetivo era importar industrializados ingleses. Neste contexto, não ocorreu concessão de terras a ex-escravos. Em 1850, com criação da Lei de Terras, a posse de terras passou a ser somente através de compra, dificultando a aquisição por parte de pessoas pobres.  

Resposta da questão 8:
 Podemos citar: (1) abertura dos Portos às Nações Amigas, rompendo o Pacto Colonial, (2) elevação do Brasil à categoria de Reino Unido ao de Portugal e Algarves, (3) abertura de escolas de ensino superior, (4) criação da Imprensa Régia, (5) criação da Casa da Moeda, (6) abertura do Banco do Brasil, dentre outros feitos.  

Resposta da questão 9:
 a) Porque a Imprensa só foi introduzida no Brasil com a chegada da Família Real, em 1808, quando D. João VI fundou a Imprensa Régia e A Gazeta do Rio de Janeiro.
b) Permanências à época da Independência: escravidão, economia agrário-exportadora, predomínio político da elite fundiária;
Mutações à época da Independência: inserção na economia mundial derivada da Abertura dos Portos e resistência às tentativas de recolonização por parte das Cortes portuguesas.
Essas permanências e mutações formaram a Ordem Nacional brasileira do Primeiro Reinado.  

Resposta da questão 10:
 Havia uma disputa na Europa entre Inglaterra e França pela hegemonia sobre o mundo. Desde o século XVI, a Inglaterra foi derrotando as nações europeias. No século XVI, 1588, a Inglaterra superou a famosa “invencível armada” de Filipe II da Espanha. Em meados do século XVII, a Inglaterra venceu a Holanda no contexto do “Ato de Navegação”. Venceu também a França na “Guerra dos Sete Anos”, entre 1756-1763. Assim, no início do século XIX, Napoleão Bonaparte, imperador da França montou um império na Europa. Tentando enfraquecer a Inglaterra, Napoleão criou em 1806 o famoso Bloqueio Continental visando isolar sua rival que passava pela Revolução Industrial e necessitava de mercado. A Inglaterra, em busca de mercado, apoiou a transferência da corte portuguesa para o Brasil visando afastá-la de uma ameaça francesa e, também, abrir o mercado brasileiro para os produtos ingleses. Em 1808, a corte portuguesa chegou ao Brasil. O Rio de Janeiro, capital do Brasil, foi a cidade escolhida para sediar a corte. Inúmeras mudanças ocorreram o Brasil, entre elas: Criação do Banco do Brasil e da imprensa régia, jardim botânico, teatro, faculdade de medicina, biblioteca e a chegada da “Missão Francesa”, entre outros.  





Resumo das questões selecionadas nesta atividade

Data de elaboração:     28/11/2017 às 17:29
Nome do arquivo:        lista 1o ano. lamarao. crise colonial


Legenda:
Q/Prova = número da questão na prova
Q/DB = número da questão no banco de dados do SuperPro®


Q/prova  Q/DB         Grau/Dif.        Matéria          Fonte                                  Tipo

  
1............ 166860..... Baixa............ História......... G1 - cftmg/2017.................. Múltipla escolha
  
2............ 172489..... Média........... História......... Uem/2017........................... Somatória
  
3............ 167261..... Baixa............ História......... Uemg/2017......................... Múltipla escolha
  
4............ 165679..... Média........... História......... G1 - cftrj/2017..................... Múltipla escolha
  
5............ 171399..... Média........... História......... Fac. Albert Einstein - Medicin/2017     Múltipla escolha
  
6............ 172259..... Baixa............ História......... Uece/2017.......................... Múltipla escolha
  
7............ 172501..... Média........... História......... Uem/2017........................... Somatória
  
8............ 152703..... Baixa............ História......... Unesp/2016........................ Analítica
  
9............ 153805..... Média........... História......... Fuvest/2016........................ Analítica
  

10.......... 132512..... Média........... História......... Unesp/2014........................ Analítica

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Texto sobre reforma religiosa e questionário.

Martinho Lutero - o primeiro dos reformadores
As reformas religiosas- Dentre os episódios ocorridos ao final da idade media e inicio da idade moderna está a reforma religiosa ou as “reformas protestantes”. Indignados com a situação que a igreja católica se encontrava, muitos religiosos propõem mudanças na conduta dos clérigos, ocasionando a fragmentação da Igreja e o surgimento de novas religiões cristãs. A conduta da Igreja era digna de reprovação, pois havia – • O desrespeito ao celibato; • A má formação espiritual dos padres; • A venda de cargos eclesiásticos; • A venda de perdão ou de objetos ditos sagrados. Todos estes comportamentos eram alvos das criticas á Igreja. Denunciando estas práticas, Martinho Lutero afixa 95 denúncias nas portas das Igrejas na Alemanha, em um documento conhecido como “As 95 teses”. Lá, denunciava estas e outras condutas, mas também defendia: • O fim do celibato; • A salvação pela fé; • A validade do batismo …

A Era dos Extremos PDF

Querid@s alunos do AÇÃO 1, segue a cópia em pdf do livro “Era dos Extremos” do historiador britânico Eric Hobsbawm, cujot título e temática serviu de inspiração para o nosso tema gerador do ação 1- 2013, dividido em 3 partes: Parte 1Parte 2Parte 3

Lista de exercícios de história. 1o ano

1. (G1 - cftmg 2017)  O processo de independência do Brasil teve como uma das suas principais características a unificação de todos os territórios colonizados pela metrópole portuguesa, diferentemente do que ocorreu na América Espanhola.
Entre os elementos que explicam essa característica singular, pode- se incluir, EXCETO a a) difusão da religiosidade católica.   b) existência de trabalho escravo em latifúndios.   c) presença da corte lusitana no continente americano.   d) defesa do tráfico negreiro contra ingerências internacionais.   2. (Uem 2017)  No Brasil, durante o século XIX, ocorreram diversas revoltas sociais. Uma das mais importantes foi a Revolução de Pernambuco de 1817, que neste ano completa 200 anos. Sobre os motivos dessa Revolução, assinale o que for correto. 01) Motivos econômicos: reação dos senhores rurais e dos homens livres contra o domínio dos portugueses e contra os altos preços pelos quais estes vendiam gêneros de primeira necessidade.   02) Motivos re…